segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Porto de Santos está "bombando", diz diretor da Codesp

A Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo), estatal que administra o porto de Santos, diz que o excesso de exportação de açúcar e as chuvas atípicas para o inverno causaram o congestionamento no cais santista, que estaria preparado para qualquer situação.

“O porto de Santos está bombando. É a grande porta de entrada e saída de mercadorias do Brasil para o mundo. Quando o mundo olha para o Brasil, enxerga o porto de Santos”, diz Paulino Moreira da Silva Vicente, diretor de Infraestrutura da companhia.

Ele afirma que o porto tem capacidade, com tempo bom, para embarcar 203 mil toneladas de açúcar por dia, o que significa carregar e liberar quatro navios a cada 24 horas.

O porto de Santos responde por, aproximadamente, 85% da exportação de açúcar do país. Em nota, a Codesp diz que “Santos é o complexo portuário mais bem equipado no mundo para essa operação”.

Segundo a Codesp, os importadores, aproveitando os baixos preços do açúcar no mercado internacional para aumentar seus estoques, acabaram concentrando o envio de embarcações nos meses de julho e agosto e setembro, prejudicando o planejamento logístico.

“Nenhum porto no mundo é dimensionado para períodos de pico de movimentação, similares a este, fruto de uma contingência, totalmente atípica do mercado internacional”, afirma a nota da Codesp.

Nenhum comentário:

Postar um comentário